Posts

Como curar a ressaca?

nutriesportes

Bom, já que o carnaval está chegando já estamos aqui para te ajudar a curar a ressaca do dia seguinte.

Claro que o mais importante é não abusar tanto no consumo do álcool a ponto de ter sintomas como dores de cabeça, vômito, fraqueza, fadiga, mal-estar.

Por isso durante os dias de folia intercale o álcool com muita água, e nunca beba em jejum, sempre coma alguma coisa.

Mas vamos ao dia seguinte!

O mais importante é a hidratação, afinal o álcool desidrata, além da água que é o principal, beba também água de coco ou isotônicos, mesmo eles tendo açúcar neste momento de ressaca o açúcar é importante sim para o organismo ter energia e se recuperar.

Evite alimentos gordurosos, que é muito comum o consumo de lanches, frituras, após a bebedeira, no entanto, você já prejudicou seu fígado com o álcool e alimentos gordurosos vão prejudicar mais ainda! Coma algo leve!

Por isso, pense em seu fígado e faça um suco detox com couve, maça, gengibre, limão, mel, ou outros sucos verdes:

–  água de coco
–  folhas de couve manteiga sem talo
–  pepino
– abacaxi

Batata tudo no liquidificador e coe.

OBS: Você pode utilizar folhas de brócolis ou salsinha no lugar da couve e variar nas frutas.

APROVEITE O CARNAVAL MAS PENSE NA SUA SAÚDE!

BCAA e dano muscular

nutri-esportes

Muitos estudos a cerca da eficácia do suplemento BCAA  já foram publicados, e gostaria de dividir  com vocês mais um, este é o primeiro estudo de metanálise* que analisa o efeito da suplementação de BCAA na recuperação muscular. Publicado neste ano (2017), na revista Nutrition de alto fator de impacto (revista importante).

*Estudo de metanálise significa analisar os resultados de diversos estudos.

Neste artigo foram selecionados 10 artigos clínicos (somente em humanos) que fizeram uso da suplementação de BCAA, tanto em atletas como em praticantes de atividade física e de diversas modalidades (aeróbico e força), com o objetivo de relacionar a suplementação do BCAA na melhora da recuperação muscular e na melhora da dor muscular.

Para analisar se o músculo sofreu dano, utilizam-se diversos protocolos, no caso destes estudos utilizaram duas enzimas: Creatina-quinase (CK) e Lactato desidrogenase(LDH), ambas estão presentes no músculo e fornecem energia para ele.

Os resultados sugerem que  a suplementação não foi efetiva no controle da dor muscular ou seja, os voluntários que utilizaram o suplemento sentiram dor da mesma maneira do grupo controle(sem suplemento), no entanto na recuperação muscular o BCAA  teve um pequeno aumento da CK, ou seja,  efeito positivo na recuperação para os que fizeram uso do suplemento e, mais nos atletas, mas somente pelo fato de aumentar a CK, já que no nível de  LDH não houve mudança, não se pode concluir que o suplemento é eficaz apenas por um parâmetro.

O BCAA é um suplemento formado por aminoácidos de cadeia ramifica que são a leucina, isoleucina e valina, o corpo não produz e por isso pode ser adquirido através de alimentos fonte de animais e, existe muita contradição em torno de seu uso pois ele é vendido como um produto para melhorar a força muscular e recuperação, mas ainda não há nenhuma comprovação cientifica, no entanto a industria dos suplementos é forte e infelizmente muitos profissionais ainda indicam e, o pior, profissionais que não podem prescrever suplementos também indicam.

Este é mais um estudo confirmando que não ha necessidade de gastar dinheiro com um suplemento sem comprovação eficiente.

E se, caso você pensar, “Mas eu comecei a me sentir muito melhor e carregar mais peso após o uso deste suplemento”, sinto lhe informar mas é efeito placebo, e como mal para saúde não irá fazer pode continuar gastando!

Por isso consulte um nutricionista esportivo que irá analisar o melhor suplemento para seu objetivo.

Referência: Rahimi, M.H., Shab-Bidar, S., et al. Branched-chain amino acid supplementation and exercise-induced muscle damage in exercise recovery: A meta- analysis of randomized clinical trials. Nutrition 42 (2017),30-36.

CHURRASCO SEM CULPA

Posso comer fruta a vontade?

nutri-esportes

Sabemos que as frutas são ricas em fibras, vitaminas e minerais mas, mesmo sendo saudável será que podemos consumi-las a vontade?

Caso você esteja em processo de emagrecimento deve-se ficar atento as porções de frutas, afinal elas possuem açúcar que é a frutose e, por isso se consumido em grande quantidade pode vir a ser caloria a mais e engordar.

O ideal é o consumo de no máximo 3 porções ao dia, para saber o que significa 1 porção de fruta segue abaixo uma tabela com as porções de algumas frutas. Existem frutas mais calóricas que outras, no entanto, não é algo para ficar neurótico, frutas são riquíssimas em nutrientes e ótimas opções em substituição aos doces, e o suco natural em substituição ao refrigerante ou sucos em pó ou de caixinha.

frutas

Biscoitos integrais industrializados são saudáveis?

NUTRI-ESPORTES

Aqueles famosos cookies integrais ou bolachas e biscoitos com aveias e sementes são opções frequentes entre a maioria das pessoas para o lanchinho intermediário da manhã ou da tarde.

No entanto, cuidado pois esta opção engana!

Esses biscoitos mesmo sendo ricos em fibras são produtos industrializados, compostos por conservantes, açúcares, farinha refinada, e tantos outros produtos para conservação que fazem mal ao nosso organismo.

Claro que não são tão vilões assim, pois, desde que não seja consumido diariamente, ele é uma opção rápida, prática e menos calórica ou gordurosa, como substituição a bolachas recheadas, salgadinhos de pacote, salgados fritos de padaria e etc.

No entanto existem opções mais saudáveis caso sinta muita fome entre as principais refeições, como os alimentos mais naturais: castanhas (castanha do pará, de caju, de baru, nozes, avelãs, amêndoas, macadâmia…) frutas, frutas secas(damasco, tâmara, ameixa, uva passa, cramberry…).

Faça melhores escolhas!
Pense na sua saúde!

ARROZ COM FEIJÃO ENGORDA?

NUTRI-ESPORTES

Mesmo para os que estão em dieta de emagrecimento não é necessário abolir do cardápio o arroz com feijão, o arroz pertence ao grupo dos cereais e por isso contem em maior parte na sua composição carboidrato, fonte de energia, já o feijão pertence ao grupo das leguminosas que apesar de conterem carboidratos pertencem ao grupo das proteínas vegetais e apresentam muitas fibras.

Consumi-los juntos na refeição oferece aminoácidos essenciais ao nosso organismo, ou seja, nutrientes que nosso corpo não produz, mas que precisamos para seu bom funcionamento, como a lisina e metionina.

Varie seu arroz e feijão com arroz integral, 7 grãos, negro, cateto, basmati, mais ricos em fibras e nutrientes do que o arroz branco, os feijões varie com preto, carioquinha, branco, azuki, fradinho, além de outras leguminosas como lentilha, ervilha e grão de bico.

Por isso não se preocupe, essa maravilhosa combinação de vitaminas, minerais e fibras só vão engordar se consumidos em excesso, o consumo em pequena porção no almoço e no jantar está liberado conforme seu consumo diário de proteínas e carboidratos.

Brigadeiro de Biomassa de banana verde

nutri-esportes

Humm ficou com água na boca?

Então veja abaixo como é fácil se deliciar com uma receita gostosa e saudável. Afinal, a biomassa de banana verde apresenta amido resistente, um tipo de fibra que serve de alimento para as bactérias boas do intestino, por isso ela é ótima para regular a flora intestinal, melhorando o seu trânsito, além de aumentar a imunidade, diminuir colesterol, prevenir diabetes, entre outros.

RECEITA DA BIOMASSA: Cozinhe na panela de pressão as bananas verdes com água, assim que começar a chiar abaixe o fogo e deixe por mais 10 minutos. Espere esfriar e retire as bananas.
Com cuidado para não se queimar, retire a polpa e bata no liquidificador com pouca água até formar uma pasta espessa.
Pronto, sua biomassa já está pronta e você pode utilizar como espessante em preparações como molhos, caldos, sopas, feijões, doces, vitaminas ou sucos, além de não interferir no sabor, não fica com sabor de banana!

Receita do brigadeiro

Ingredientes:

• 1 xícara (chá) de biomassa de banana verde
• 2 colheres (sopa) de cacau em pó
• 2 colheres(sopa) de açúcar mascavo
• 2 colheres (sopa) de óleo de coco
• Coco ralado ou castanhas ou chia ou linhaça para cobrir

Modo de Preparo:
Coloque as 2 colheres de sopa de óleo de coco na panela em fogo baixo, depois vá colocando os demais ingredientes aos poucos misturando e mexendo sem parar, até ficar em ponto de brigadeiro quando solta o fundo da panela.
Depois é só deixar esfriar, enrolar em bolinhas e passar na cobertura de sua preferência.

Boa opção para as vontades de doces!
Bom apetite!