Diferença entre intolerância a lactose e alergia ao leite

ALERGIA AO LEITE

INTOLERÂNCIA A LACTOSE

ALERGIA DA PROTEÍNA DO LEITE, CHAMADA CASEÍNA INTOLERÂNCIA AO AÇÚCAR DO LEITE, CHAMADA LACTOSE
NÃO PODE CONSUMIR NENHUM PRODUTO DERIVADO DO LEITE PODE CONSUMIR LEITE E DERIVADOS SEM LACTOSE
MAIS COMUM EM BEBÊS MAIS COMUM  EM ADULTOS E IDOSOS
SINTOMAS: COCEIRAS E VERMELHIDÃO NA PELE, INCHAÇO, FALTA DE AR, VÔMITO, DIARRÉIA OU CONSTIPAÇÃO SINTOMAS: VÔMITO, DIARRÉIA, GASES

BCAA e dano muscular

nutri-esportes

Muitos estudos a cerca da eficácia do suplemento BCAA  já foram publicados, e gostaria de dividir  com vocês mais um, este é o primeiro estudo de metanálise* que analisa o efeito da suplementação de BCAA na recuperação muscular. Publicado neste ano (2017), na revista Nutrition de alto fator de impacto (revista importante).

*Estudo de metanálise significa analisar os resultados de diversos estudos.

Neste artigo foram selecionados 10 artigos clínicos (somente em humanos) que fizeram uso da suplementação de BCAA, tanto em atletas como em praticantes de atividade física e de diversas modalidades (aeróbico e força), com o objetivo de relacionar a suplementação do BCAA na melhora da recuperação muscular e na melhora da dor muscular.

Para analisar se o músculo sofreu dano, utilizam-se diversos protocolos, no caso destes estudos utilizaram duas enzimas: Creatina-quinase (CK) e Lactato desidrogenase(LDH), ambas estão presentes no músculo e fornecem energia para ele.

Os resultados sugerem que  a suplementação não foi efetiva no controle da dor muscular ou seja, os voluntários que utilizaram o suplemento sentiram dor da mesma maneira do grupo controle(sem suplemento), no entanto na recuperação muscular o BCAA  teve um pequeno aumento da CK, ou seja,  efeito positivo na recuperação para os que fizeram uso do suplemento e, mais nos atletas, mas somente pelo fato de aumentar a CK, já que no nível de  LDH não houve mudança, não se pode concluir que o suplemento é eficaz apenas por um parâmetro.

O BCAA é um suplemento formado por aminoácidos de cadeia ramifica que são a leucina, isoleucina e valina, o corpo não produz e por isso pode ser adquirido através de alimentos fonte de animais e, existe muita contradição em torno de seu uso pois ele é vendido como um produto para melhorar a força muscular e recuperação, mas ainda não há nenhuma comprovação cientifica, no entanto a industria dos suplementos é forte e infelizmente muitos profissionais ainda indicam e, o pior, profissionais que não podem prescrever suplementos também indicam.

Este é mais um estudo confirmando que não ha necessidade de gastar dinheiro com um suplemento sem comprovação eficiente.

E se, caso você pensar, “Mas eu comecei a me sentir muito melhor e carregar mais peso após o uso deste suplemento”, sinto lhe informar mas é efeito placebo, e como mal para saúde não irá fazer pode continuar gastando!

Por isso consulte um nutricionista esportivo que irá analisar o melhor suplemento para seu objetivo.

Referência: Rahimi, M.H., Shab-Bidar, S., et al. Branched-chain amino acid supplementation and exercise-induced muscle damage in exercise recovery: A meta- analysis of randomized clinical trials. Nutrition 42 (2017),30-36.

Os benefícios do feijão (ele não engorda)!

nutri-esportes

As pessoas quando estão de dieta tem o hábito de retirar o arroz com feijão da sua alimentação, pois acham que engordam.

O que engorda é a quantidade e a qualidade dos alimentos!

Fique atento a isso, afinal consumir arroz e feijão não irão te fazer engordar se consumido sem exageros!

Infelizmente por retirarem o arroz, muitos não consomem as leguminosas que contêm sim carboidrato na sua composição mas que são riquíssimas em proteína, fibras e muitas vitaminas e minerais principalmente o ferro, e o melhor, são proteínas com pouquíssima gordura.

As leguminosas podem estar presentes também em preparação de salada como por exemplo ervilha, lentilha, grão de bico, fava, além da diversidade dos próprios feijões: azuki, fradinho, preto, carioquinha, branco.

Por isso, não pense mais em calorias, pense nos nutrientes e na sua saúde!

Coma feijão!

SEU INTESTINO NÃO FUNCIONA? JÁ OUVIU FALAR DE BIOMASSA DE BANANA VERDE?

nutri-esportes

O número de pessoas que apresenta intestino desregulado é muito elevado e na maioria das vezes é a famosa prisão de ventre, ao qual pode ficar dias sem evacuar. Esse desequilíbrio da flora intestinal prejudica muito a saúde do corpo como um todo.

Já se fala que o intestino é considerado o nosso segundo cérebro de tão importante que ele é, pois ajuda na regulação de hormônios melhorando a disposição, o humor, até mesmo no emagrecimento.

Para regular o seu intestino é muito importante o consumo de líquidos, principalmente água, pelo menos 6 a 8 copos ao dia, e incluir outros líquidos como chás, sucos e água de coco.

Além dos líquidos as fibras também são de extrema importância e estão presentes nos legumes, verduras, frutas e nos cereais como aveia, amaranto, quinoa ou, sementes como chia, linhaça, gergelim. Por isso abuse destes alimentos!

Bom, mas vamos falar da BIOMASSA DE BANANA VERDE!

Ela é uma ótima fonte de fibras, chamadas de amido resistente que além de equilibrar e harmonizar seu intestino, ela controla a glicemia, o colesterol, e dá saciedade.

É ótimo para engrossar caldos, sopas, cremes, molhos e feijões, pode acrescentar também batendo na vitamina ou no suco. Não se preocupe pois não tem gosto de nada e nem sabor de banana. Você pode tanto preparar em casa como comprar pronta em lojas de produtos naturais.

Segue a receita:

Ingredientes:

Bananas verdes

Modo de preparo:

Lave as bananas e leve para panela de pressão com água até cobri- las, tampe a panela, quando atingir a pressão, abaixe o fogo e deixe por 8 minutos. Desligue o fogo e espere a pressão sair. Abra a panela de pressão com cuidado, retire as bananas e abra com ajuda de uma faca. Retire a polpa e leve ao liquidificador e bata com o mínimo de agua até virar uma pasta bem cremosa. Guarde na geladeira.

Se você tem uma alimentação equilibrada com consumo de fibras , toma bastante água e mesmo assim apresenta o intestino preso, com dores ou gases consulte um medico ou nutricionista.

Posso comer fruta a vontade?

nutri-esportes

Sabemos que as frutas são ricas em fibras, vitaminas e minerais mas, mesmo sendo saudável será que podemos consumi-las a vontade?

Caso você esteja em processo de emagrecimento deve-se ficar atento as porções de frutas, afinal elas possuem açúcar que é a frutose e, por isso se consumido em grande quantidade pode vir a ser caloria a mais e engordar.

O ideal é o consumo de no máximo 3 porções ao dia, para saber o que significa 1 porção de fruta segue abaixo uma tabela com as porções de algumas frutas. Existem frutas mais calóricas que outras, no entanto, não é algo para ficar neurótico, frutas são riquíssimas em nutrientes e ótimas opções em substituição aos doces, e o suco natural em substituição ao refrigerante ou sucos em pó ou de caixinha.

frutas

POSSO CONSUMIR PROTEÍNA A VONTADE?

nutriesportes

Devido a crescente onda de dietas da moda ao qual são riquíssimas em proteínas e quase nada de carboidratos, muitos tem a impressão de que a proteína é o melhor grupo alimentar para se consumir. Mas cuidado, a maioria das proteínas possuem também gorduras, como é o caso das proteínas animais (carnes, queijos, leites), que consumidas em excesso podem engordar ou até mesmo causar problemas do coração, entupimento de artérias, este excesso também pode prejudicar o funcionamento do fígado e rins.
Proteína é realmente importante para nosso corpo, ajuda na formação de massa muscular, tecidos, ossos, sangue, enzimas e tantos outros .
Conheça algumas fontes de proteínas: leite e derivados como iogurtes e queijos, carnes de vaca, frango, peixe, porco, leguminosas como feijão, grão de bico, lentilha, soja.
Na nossa alimentação geralmente ultrapassamos a quantidade de proteína recomendada pela Organização Mundial da Saúde, que deve ser em torno de 15 a 20% do valor energético total do dia.
O ideal é consultar um nutricionista que fará o cálculo de sua necessidade proteica conforme sua composição corporal e objetivos.